segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Alimentos orgânicos, cada vez mais disponíveis em São Paulo



Livres de agrotóxicos, aditivos químicos, hormônios e de mão-de-obra irregular, os alimentos orgânicos têm atraído cada vez mais consumidores. Aliado à busca por um estilo de vida saudável, mesmo vivendo em grandes cidades, a preferência por frutas, legumes, verduras sem elementos industriais cresce a cada ano no Brasil. Na última década, houve um aumento de 300% na produção de alimentos que respeitam critérios sustentáveis, segundo dados divulgados na edição de 2013 da Feira Internacional de Produtos Orgânicos e Agroecologia.



Mesmo sendo mais caros e se decompondo mais rapidamente, o consumo de orgânicos segue crescendo, muito por conta de uma ampla rede de restaurantes, mercados e feiras especializadas, que vem se construindo nos últimos anos. Até mesmo o Instituto de Defesa do Consumidor (IDEC) está de olho nesses mercados e feiras e elaborou um Mapa de Feiras Orgânicas e Grupos de Consumo para identificar onde estão estes estabelecimentos pelo país.

Confira nossa seleção de feiras, lojas e mercados espalhados pela cidade:

Feira do Parque da Água Branca
Umas das mais antigas e tradicionais de São Paulo, a feira do Parque da Água Branca, na zona oeste da capital, organiza desde 1991 a venda de produtos orgânicos diretamente aos clientes, sem os intermediários. Para participar e poder vender hortaliças, frutas, temperos, laticínios e outras opções, os produtores devem estar certificados.

Deputado Lacerda Franco
Instalada na rua Deputado Lacerda Franco, na Vila Madalena, também na zona oeste, a feira tem produtos originários das cooperativas Sementes de Paz e Horta e Arte. Assim como na feira da Água Branca, todos os itens aqui são certificados. É possível encontrar legumes, verduras, frutas e ovos. Os pães artesanais são feitos no restaurante Goa, do chef Augusto Pinto, que organiza a feira desde 2008.

Formada por um grupo de agricultores do interior de Minas Gerais e de São Paulo, a feira acontece às quintas-feiras, na rua São Benedito, no Bairro da Alta Boa Vista, em São Paulo. Além de oferecer produtos da terra tradicionais, há sorvetes, molhos, óleos, salgadinhos, derivados de soja e ovos. Se você perder o dia exato do evento, é possível acompanhar quais produtos orgânicos estão à venda e comprá-los pelo site oficial da associação. Ainda oferecem um serviço de entrega que alcança toda a cidade e alguns municípios próximos.

Ocupado somente por produtos orgânicos, o mercado tem itens diversos de hortifrúti, frios, laticínios, grãos, bebidas, cosméticos e alimentos de mercearia. Localizado no bairro de Perdizes, na zona oeste da cidade, o espaço ainda possui um café, que também serve um bufê vegetariano no horário do almoço.

Totalmente virtual, a loja Sementes de Paz comercializa alimentos orgânicos pela exclusivamente pela web. Além de pedidos esporádicos, a loja criou o Feira Fácil, um programa de Pedido Programado, que entrega frutas, legumes e verduras em um determinado dia e horário.

Localizado em Pinheiros, o espaço trabalha com a proposta vegana, expandindo o conceito de alimentação orgânica tanto na loja, quanto em seu restaurante, o Nectare. Pães e sucos artesanais, óleos vegetais, cosméticos, acessórios e até mesmo itens de saúde feminina.

Com mais de 60 lojas espalhadas pela cidade, a cadeia de hipermercados também dedica uma área especializada à comercialização de alimentos orgânicos.

Situado próximo à Avenida Paulista, nos Jardins, o tradicional mercado também trabalha com alimentos orgânicos. Há uma seção dedicada à hortifrúti, pães e laticínios que não contém agrotóxicos.


Foto da capa Elina Mark [CC-BY-SA-3.0 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0)].

Nenhum comentário:

Postar um comentário