segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Brasília inicia mobilização sobre descarte correto de resíduos sólidos


Por Paulo Victor Chagas/ Agência Brasil
Cerca de 100 pessoas participaram da abertura, no Parque Olhos D'Água, da Ação Limpa Brasil, que visa a conscientizar a população sobre o descarte e a destinação correta dos resíduos sólidos. O evento ocorre em mais 100 países e conta com a participação de 8 milhões de voluntários.

A abertura teve a participação de crianças e jovens escoteiros, visitantes, parceiros do projeto e da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, do governador do Distrito Federal em exercício, Tadeu Filippelli, e de Tião Santos, fundador da ação e presidente da Associação dos Catadores do Aterro Metropolitano do Jardim Gramacho.
Há algumas semanas as escolas públicas do Distrito Federal já recebem a visita de mobilizadores do projeto para conscientizar os jovens do papel do cidadão sustentável nos dias de hoje. “A ideia é tornar lúcido para eles o quanto a destinação incorreta do lixo gera problemas sociais e ambientais, econômicos e também na vida das pessoas”, disse Tião Santos, que percorreu as instituições dando palestras e conversando com as crianças e jovens. Tião é catador de Gramacho e participou do documentário Lixo Extraordinário, de Vik Muniz, que está sendo exibido para os estudantes por meio do Limpa Brasil.
Foram espalhados mais de 50 pontos pelo Distrito Federal, que receberam, até as 13h, materiais como metais, plásticos e papéis, além da distribuição de kit com luvas e sacos de lixo. A mobilização começou na capital federal e deve percorrer até o ano que vem Recife, São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Fortaleza. Na edição anterior, 16 cidades brasileiras reuniram mais de 117 mil professores e recolheram 1,2 mil toneladas de material reciclado.   
De acordo com Santos, as cooperativas mais próximas dos parques, escolas e estações de metrô que receberam a ação são responsáveis pela coleta e pesagem do material. Catadores de 18 cooperativas serão beneficiados com a ação.
“Quem não entregou nos ecopontos pode levar até o show e fazer a sua parte enquanto cidadão. Vai haver pessoas lá para sinalizar se o chão estiver sujo. A ideia é não gerar nada de resíduos. Mesmo que não foi você, abaixa e pega”, conclamou.
A partir das 17h, a Orquestra Sinfônica Brasileira e outros artistas, como Lenine e The Bridge, promovem o Show Limpo na Esplanada dos Ministérios. Segundo o ativista, voluntários vão distribuir sacos durante o showpara a coleta de lixo.
No evento, a ministra destacou que é constante a cobrança por melhores resultados da política ambiental. “A presidenta [Dilma Rousseff] me cobra diariamente. É o papel dela me cobrar políticas ambientais e resultados, mas a sociedade também cobra, escreve, tuíta, mostra que precisa mudar”, disse. Mas pediu também apoio da sociedade. “Esse não é só um problema cuja solução está só no Poder Público. Está também no setor empresarial e no nosso comportamento individual e coletivo. A mudança no comportamento leva a padrões mais sustentáveis de produção em consumo”, defendeu.  



Crédito da foto: Wilson Dias/ A br

Nenhum comentário:

Postar um comentário