sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Bikes salvam vidas em Barcelona

Fonte: Planeta Sustentável








Olha como "pequenas" e sinceras ações fazem a diferença. A cidade de Barcelona, que assim como outras capitais europeias, está estimulando o uso de bicicletas por seus habitantes e já está colhendo frutos pelas boas iniciativas. 


Segundo estudo do Centro de Pesquisa em Epidemiologia Ambiental (Creal), o sistema público de bicicletas da capital catalã, conhecido como Bicing, é capaz de evitar 12 mortes por ano e a emissão de mais de 9 mil toneladas de dióxido de carbono (CO2) na tamosfera. Desde que foi implementado, em março de 2007, o sistema ajudou a reduzir em 24% as mortes anuais na cidade.

De acordo com os cientistas, o grande destaque da pesquisa foi a conclusão de que os efeitos positivos das bicicletas, longe de serem associados a um esforço físico extenuante, refletiram pedaladas curtas, em média de 3,2 km, com duração de 14 minutos - como uma ida ao trabalho ou ao supermercado.

A pesquisa "Transporte, Poluição do Ar e Atividades Físicas" foi a primeira a analisar o impacto na saúde do uso da bicicleta no centro urbano. Para realizar o trabalho, os autores levaram em conta não apenas o número de usuários de Bicing e taxa de mortalidade esperada para a população de Barcelona, mas os níveis de atividade física e os riscos de se dirigir carros na cidade.

Já aqui no Brasil o buraco é mais embaixo. Em São Paulo,  boa parte dos trabalhadores simplesmente não tem como chegar de bicicleta ao centro. É muito longe. O problema aqui é outro, mas o assunto fica para outro post.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário